12/10/2010

tantas decepções eu já vivi...

 

aquela foi de longe a mais cruel, um silêncio profundo e declarei: "Só não desonre o meu nome" ♪